segunda-feira, 11 de setembro de 2017

O Carrefour consertou seu erro!

Após minha reclamação massiva, o Carrefour da Av. Conselheiro Nébias de Santos/SP parece que tomou jeito! Dia 01/09/2017 eu constatei que a gôndola de produtos próximos ao vencimento estava, na maioria dos itens, sem preços e quando com, sem desconto algum, ferindo o CDC – Código de Defesa do Consumidor.  Agora, dia 09/09/2017, voltando ao supermercado, verifiquei que os produtos todos estavam com os preços e com os descontos condizentes de até 50% conforme anuncia a prateleira (vide novas fotos). Eu mesmo, após isso, até adquiri, finalmente, alguns itens em oferta, e, claro, me obrigo a divulgar isto. Mesmo porque, serve de alerta, já que muitas pessoas no Brasil pensam que basta não comprar quando há algo errado, o que é um engano, já que não auxiliam a melhorar o país, pois que não reclamando seus direitos, os “culpados” não se redimem e nem se corrigem. Fica aqui meu aviso e conselho: cidadão, você tem o direioto de reclamar, como eu, até que te ouçam e corrijam o que está errado e/ou ilegal. Eu o fiz por 4 canais: o próprio site do Carrefour, o youtube, o reclameaqui e o facebook (e se não bastasse, poderia também me dirigir depois, ao PROCON, como instância mais forte que obrigaria a loja a responder). Então, só tenho que, ao menos, elogiar o Carrefour que me escutou e leu, apesar de não ter querido me contactar (e espero que, com o passar do tempo, não voltem a se descuidar novamente desta tarefa de manter os preços e com os descontos, na gôndola aos produtos assim destinados).



Continuamos em frente, consertando essa nação, pouco a pouco. Ou pelo menos, tentando! Abraços.

Prof. Dr. Gazy andraus, 11/09/2017

2 comentários:

  1. O Carrefour consertou seu erro, apesar de não ter me contactado em nenhum dos canais aos quais postei minha reclamação (reclameaqui, sac do Carrefour, facebook e meu blog conscienciasesociedades https://www.reclameaqui.com.br/carrefour-loja-fisica/o-carrefour-continua-desrespeitando-e-debochando-da-populacao-brasileira-e_ddF1KGZHW-O-ifKe/). Portanto, para o Reclameaqui só não fecharei essa reclamação até o Carrefour respondê-la, que de certa maneira é seu dever, já que acatou o que expus. Ora, se consertou o erro, porque não quis me avisar? Se eu não retorno à loja, jamais saberia se corrigiram ou não a questão, de não terem inserido preços nos produtos e de não terem ofertado os valores condizentes com a promoção. Portanto, fica aqui meu elogio por terem me "ouvido" mas ao mesmo tempo minha indignação por não terem tido a coragem de me contactarem para comunicarem-me que acertaram a problemática por mim denunciada. Quando o fizerem, finalizo essa reclamação.

    ResponderEliminar